Medicina Vibracional [Efluvioterapia], novo Paradigma do séc. XXI

13.03.2014 22:37

Medicina Vibracional é uma técnica de tratamento [vibrações magnéticas] através da emissão de efllúvios [efluvioterapia ⇒ ondas de átomos físicos e mentais, saudáveis ou patogénicos] emitidas através do comando mental do terapeuta, que serve para tratar, curar(através da renovação de células e neurónios) e recompor o ectoplasma. Estas ondas de eflúvios são emitidas através do olho de shiva e do 7º olho místico direito e esquerdo.

É reconhecido pela OMS - Organização Mundial de Saúde mas não é reconhecido pela medicina alopática (convencional) devido á ausêcnia de evidências científicas. Existem vários estudos sobre a sua eficácia. A falta de comprovação científica deve-se a falhas de metodologia.

Teorização - I

A utilização da Medicina Vibracional  [vibrações magnéticas  ⇒ emissão de eflúvios  efluvioterapia através da imposição de mãos] para curar doenças humanas remonta há milhares de anos na história humana.
Evidências da sua utilização no Egipto antigo são encontradas no Papiro de Ebers (1552 antes de Cristo).
Este documento descreve o uso da Medicina Vibracional  [vibrações magnéticas  emissão de eflúvios  ⇒ efluvioterapia através da imposição de mãos] para curar, como tratamento médico.
Quatro séc. a.C., os gregos usaram a terapia do toque terapêutico nos seus templos Asklepian para curar os enfermos.
A Bíblia tem muitas referências ao uso da Medicina Vibracional  [vibrações magnéticas  emissão de eflúvios  efluvioterapia através da imposição de mãos], em curas médicas e espirituais.
Muitas das curas milagrosas de Jesus foram feitas através da Medicina Vibracional[vibrações magnéticas  ⇒ emissão de eflúvios  efluvioterapia através da imposição de mãos].
Na igreja cristã primitiva, o uso da imposição de mãos (emissão de eflúvios  efluvioterapia), foi combinada com o uso sacramental da água benta e óleo.

Teorização - II

Na Europa, o ministério de cura era realizado como um toque real.
Reis de vários países europeus alegadamente obtiveram sucesso com a cura de doenças como a tuberculose.
Na Inglaterra, este método de da Medicina Vibracional  [vibrações magnéticas  ⇒ emissão de eflúvios   efluvioterapia através da imposição de mãos] começou com Eduardo, o Confessor, durou sete séculos, e terminou com o reinado dos cépticos William IV.
Investigadores debruçaram-se sobre os mecanismos de cura e teorizaram sobre a provável natureza magnética de energias envolvidas.
Um dos primeiros defensores de uma força magnética vital da natureza foi o polémico médicoTheophrastus Bombastus von Hohenheim, também conhecido como Paracelso (1493-1541).
No século seguinte á morte de Paracelso, a tradição magnética foi realizada por Robert Fludd, médico e místico.
Robert Fludd era considerado um dos melhores teóricos e dos mais destacados alquimistas do início do século XVII. Ele descreveu o papel do sol na área da saúde como uma fonte de luz e vida.
O Sol era considerado o provedor da vida indispensável a todos os seres vivos na Terra.

Teorização - III

Em 1778 um curandeiro radical - Franz Anton Mesmer - adiantou-se ao dizer que poderia ter sucesso terapêutico notável, sem a necessidade da fé dos seus pacientes.
Franz Anton Mesmer alegou que os resultados da cura aconteceram através da utilização esclarecida de uma energia universal que ele chamou de fluidum.
Durante as primeiras pesquisas médicas, em Viena, Mesmer descobriu que a colocação de um ímã sobre as áreas do corpo afectadas pela doença, curava.
Em 1784, o rei da França nomeou uma comissão de inquérito sobre a validade das experiências de Mesmer, na cura.
As Comissões eram compostas por membros da Academia das Ciências, da Academia de Medicina, da Sociedade Real, bem como o estadista norte-americano e cientista Benjamin Franklin.
O objectivo destas experiências era verificar a presença ou ausência do fluidum magnéticoque Mesmer alegou, ter sido a força da cura que esteve na base do seu sucesso terapêutico.
A conclusão da comissão apesar de não negar o sucesso terapêutico com os pacientes de Mesmer, considerou que os efeitos médicos de Mesmer foram produzidos por excitação, sensibilidade, imaginação e imitação (de outros pacientes).
Em 1831 uma comissão da Secção Médica da Academie des Sciences, analisou o magnetismo animal e aceitou o ponto de vista de Mesmer.

Vibrações Negativas provenientes da Cor da Roupa

Existem 6 tipos de cores de vestuário que emitem vibrações negativas, podem atrair e aprisionar perturbadores [estados de consciência] desencarnados .

  1. Cor Pretaatrai estados de consciência sem Luz, Ignorantes e Inconscientes.
  2. Cor Vermelhaatrai estados de consciência que provocam Atrito, Conflito, Confusão e Desarmonia.
  3. Cor Roxaatrai estados de consciência  que Desencarnam com Paixão.
  4. Cor Castanho-escuroatrai estados de consciência que provocam qualquer tipo de Briga até á Morte.
  5. Cor Cinzento-escuroatrai estados de consciência  que Desencarnam com Sofrimento.
  6. Cor Azul-escuro…atrai estados de consciência  sem Luz, Ignorantes e Inconscientes. (devido à elevada % de preto  na s/ composição, confunde e atrai)

Requisitos que o "terapeuta" de Medicina Vibracional deve saber e ter em consideração

Considerando a frequência vibratória negativa das cores de vestuário que pode atrair e aprisionar estados de consciência (espíritos) perturbadores com capacidades para originarem distúrbios psicossomáticos, funcionais e orgânicos no seu humano encarnado.

O Terapeuta de  Medicina Vibracional

  1. Deve ter consciência, conhecimento equilíbrio mental;
  2. Não deve utilizar vestuário de cor PretaVermelhaRoxaCastanho-escuro,Cinzento-escuro e Azul-escuro;
  3. Deve ter isenção de toxinas de Álccol, Tabaco Carne animal;
  4. Durante o tratamento deve, através do seu poder mental, envolver o paciente com a cor: Violeta,Verde Azul.